Sem sonhos, sem divagações

Volto-me para dentro de mim

Tento desvendar o porque

Da vida mostrar-se assim...

 

Noites que afugentam meu olhar

Ainda com luzes de prata a brilhar.

Parece esconder-se o raio do luar

Talvez até com receio de me tocar!

 

As manhãs que chegam tão ditosas

Já não mais me causam euforia...

Ainda que o sol espalhe a luz formosa

Nuvens  aprisionam minha alegria...

 

Seria isto a ausência do amor?

Este completo descrédito ante a vida

Tornando-me  uma estátua esculpida

Sem interesse algum seja para o que for!

 

Mas eu sei que o amor vive em mim

Em algum canto de meu ser ele habita.

Só não o encontro para minha desdita...

E assim o tempo vai escorrendo sem fim!...

 

Sinto minha pele toda arrepiar-se

Se pela janela vejo alguém passar

Que tenha a boca, o sorriso, ou o olhar...

Ou que a ti se assemelhe ao andar...

 

Mas aquele rosto amado, onde está?

Porque minha memória permite naufragar

na lembrança, ecos,  imagem, o lugar...

Onde encontrei um dia, o amor a me esperar!

 

Nebulosos pensamentos me ocorrem

Sensações como braços que me enlaçam...

O toque de lábios trazendo ardentes beijos

Dois corpos vibrando em desejos...

 

Mas falta-me ainda o teu toque de calor

Que da névoa dissipará a cinzenta cor...

Trazendo de volta a luz à minha mente

E eu possa assim reviver o amor  ausente!!

 

 

Theca Angel

AUSÊNCIA...!
Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br