Sou desejo exposto

Quero muitos lábios

Descambar em muitos beijos.

Não tenho cabresto...

Sou efervecência pura

Num rasgo de loucura

Que quer deslavadamente amar.

Não tente colocar corda no meu pescoço

Não gosto

Sou livre!

 

Lambuzo meu desejo em outro desejo

Esfrego meu corpo no calor de outro corpo

É assim que sou feliz.

 

Vem...

Se deseja um momento de amor

Não me peça mais que isso

Não gosto do meu coração aprisionado

É assim que eu vivo

Gosto num momento de você

E não deixo que me esqueça.

Mas creia... Gosto muito mais de mim

Será sempre assim.

 

 

Marcos Sergio T. Lopes

 

 

MEU JEITO TRAVESSO