VIVENDO O PRESENTE

Da vida levo a saudade

De tempos idos com amor 

No peito levo a esperança

E um coração sonhador.

 

Ah! quimeras do passado

Tantas vidas já tive ao seu lado

Já nem mesmo sei onde vou

Sem ter comigo esse tão grande amor.

 

Esperanças em um doce porvir

Que nos arrebata de tanto amor

Desolada criatura que não sente

Esse pulsar que vem tão veemente

No coração que outrora já foi

Apenas e tão tristemente

Usado para acalentar forte dor.

 

Nanci Laurino