Dois corpos e uma paixão ardente

Dois corações e dois vulcões

Faço o convite, peço que me excite

Com tua língua entre os dentes.

Olhas pra cama, isso me assanha!

Tocas me seio, e ai me ganha.

Aumenta a emoção, esqueço a razão.

Olho tua boca, fico louca, ai que paixão!

Teus olhos tem malícia, ai que delícia!

Teus dedos suaves procuram e acham

Cada ponto do meu corpo, que doce carícia...

É quando nossos corpos se abraçam.

Dois corpos, uma só fantasia.

Um doce amor, que alegria!

Sentir a cama úmida de prazer

E mais uma vez, me faz acender...

Sandra Galante.

 

VOLTAR